Amazônia de A a Z - Portal Amazônia

Andiroba

Thumb

A semente da andiroba, que é coletada quando os frutos caem no chão, possui um óleo conhecido na região como azeite de andiroba. Ele é utilizado na indústria em cremes, shampoos, pomadas e sabonetes. Os indígenas também usam o óleo em uma mistura com corante de urucum e passam no corpo para repelir insetos e proteger-se do sol. Algumas indústrias de vela também usam o produto na fabricação, pois acredita-se que o cheiro da vela queimada também repele os insetos.


Uma única árvore pode produzir até 200 quilos de amêndoas em um ano, gerando cerca de sete litros de óleo. A planta ocorre em toda a região amazônica. 

A árvore da Andiroba ocorre em toda a Amazônia, nas matas de várzeas ou regiões alagadiças dos rios, às vezes formando pequenas aglomerações. Existe ainda nas Antilhas, Nicarágua, Peru, Suriname, Guianas, África Tropical, Colômbia e Venezuela.

* NOME CIENTÍFICO : Carapa guianensis Aubl.

* FAMÍLIA: Meliaceae

* NOMES COMERCIAIS: Andiroba, carapa, andirova, cedro-macho, fiqueroa, tangaré, andiroba-branca,a. do igapó, a. vermelha, angirova, comaçari, mandiroba, yandiroba, carapá, carapinha, gendiroba, jandiroba, penaiba, purga de Santo lnácio, abomidan, caraba.

* ORIGEM: Ocorre em toda a Amazônia, nas matas de várzeas ou regiões alagadiças dos rios, às vezes formando pequenas aglomerações. Existe ainda nas Antilhas, Nicarágua, Peru, Suriname, Guianas, África Tropical, Colômbia e Venezuela.

* HABITAT: Em toda a Amazônia, nas matas de várzeas e nas faixas alagáveis ao longo dos rios e igarapés.

* ÁRVORE : Árvore de porte grande com crescimento rápido, chegando a medir até 30 m de altura,casca cinzenta, amarga e grossa.Espécie de grande valor pela abundância e teor oleaginoso de suas sementes e largo uso de sua madeira.Folhas compostas, com pecíolos longos, alternas, com 30-60 cm de comprimento e até 50 cm de largura.Flores pequenas, amarelas e vermelhas, axilares.Frutos, cápsulas globosas deiscentes, com 6-8 cm de diâmetro, no seu interior encontra-se 8-16 sementes, com casca coriácea, furrugínea e polpa branca, tenra, amarga, com 70% de um óleo espesso, de cor amarelo-escuro, excelente para saboaria e iluminação, usado ainda na medicina indígena associado ao "urucu" com preventivo as picadas de insetos e penetração do "bicho do pé".

* CARACTERÍSTICA GERAIS: Cerne marrom-escuro ou marrom-avermelhado, distinto do alburno castanho-pálido ou cinzentado.Grã direta tendendo a revessa, textura média, brilho moderado e cheiro imperceptível.Considerada sucedânia do mogno ( swietenia macrophylla ) e do cedro ( cedrela spp. ).

* SECAGEM: Muito rápida em estufa, apresentando rachaduras, encanoamento e torcimento moderados, no programa de secagem 1.A combinação de secagem ao ar e em estufa dá resuldados satisfatórios, especialmente quando se utiliza temperaturas mais baixas e alta umidade durante o estágio inicial de secagem em estufa.

* USOS : Construção civil ( vigas, caibros, ripas, esquadrias de portas, lambris, venezianas, batentes, caixilhos, rodapés, guarnições, molduras ), móveis, lâminas, compensados, caixas de embalagem, acabamentos internos de barcos e navios e outros.

* USO MEDICINAL: A casca como as folhas, depois de cozidas são utilizadas como febrífugo e anti-helmínticas ou para lavagem das úlceras, contra impetigo e outras doenças.


Escreva para portalamazonia@redeamazonica.com.br e entre em contato com a redação do Portal Amazônia 



» Conheça Também

Thumb2

Geral

Santa Etelvina, bairro de Manaus

O bairro Santa Etelvina, antes conhecido apenas como quilômetro 16 da Am-010, estrada que liga Manaus a Itacoatiara, surgiu com a iniciativa de caseiros da região. Em 1979 vários grupos de pessoas do interior do Amazonas vieram para trabalhar em......

Leia Mais

Thumb2

Geral

Aparecida, bairro de Manaus

bairro de Aparecida, na zona centro-sul, adotou em sua origem nomes como Cornetas, Cajazeiras ou bairro dos Tocos. O primeiro por conta do contigente do Exército antes localizado no igarapé que cortava o......

Leia Mais